Singeperon se reúne com a MENP e explica sobre ação de dissídio de greve

O Singeperon vem buscando de todas as formas o diálogo com o governo, para que tudo se resolva da melhor forma possível.

0
657

O Sindicato dos Agentes Penitenciários, Agentes de Segurança Socioeducativos, Técnicos Penitenciários e Agentes Administrativos Penitenciários do Estado de Rondônia—Singeperon, juntamente com o Deputado Anderson do Singeperon (Pros), estiveram reunidos nesta quinta-feira (01), com a MENP (Mesa Estadual de Negociação Permanente), para discutir assuntos de interesses da categoria.

Em razão do processo de dissídio coletivo de greve que estava parado, o Singeperon movimentou o processo para se chegar a um acordo entre as partes, depois de algumas reuniões com os representantes do governo, e também com a ajuda e atuação do Deputado Anderson do Singeperon, enfim, está caminhando para se chegar a um consenso.

Relembre matérias sobre as reuniões com os representantes do governo.

Singeperon busca junto ao governo resolver pendências do processo de greve

Singeperon se reúne com representante do Governo para expor necessidades da categoria

Singeperon se reúne com governador e apresenta a principal demanda da categoria

Depois de todas as exposições do Singeperon, a MENP deu os devidos encaminhamentos, a presidente do Singeperon, Daihane Gomes, explicou sobre a gravidade da ação, disse que a categoria não suportará mais todos esses anos de diálogos.

Depois dos diálogos, o governo aceitou os números apresentados para o realinhamento, assim como foi apresentado à categoria em assembleia extraordinária pelo Sindicato, depois irá para a Procuradoria Geral do Estado para análise da constitucionalidade. Depois disso, a proposta será formalizada no poder judiciário do Estado, no processo de dissídio coletivo de greve.

A presidente destaca que o Singeperon está atuante e vigilante, que em nenhum momento deixará a categoria ser desrespeitada, ao tomar conhecimento de qualquer desrespeito, o Sindicato convocará a classe para as medidas necessárias.

“O Singeperon vem buscando de todas as formas o diálogo com o governo, para que tudo se resolva da melhor forma possível.” Frisou Daihane Gomes.