Presidente do Singeperon convoca agentes penitenciários de São Paulo

0
562

A presidente do Singeperon, Daihane Gomes, foi convidada por entidades sindicais do Estado de São Paulo para fazer uma chamada convocando os servidores daquele Estado para a “Grande Mobilização da Campanha Salarial dos Servidores e Servidoras de São Paulo”, que acontece no próximo dia 25 de julho (quinta-feira), com concentração a partir das 8h, em frente ao Palácio dos Bandeirantes.

O convite partiu pelo reconhecimento da atuação da sindicalista de Rondônia, que representa uma minoria feminina no movimento sindical brasileiro, mas que vem se destacando com arrojo na defesa da classe, homens e mulheres. O trabalho do Singeperon também vem sendo acompanhado por lideranças de São Paulo. Alguns vêm travando lutas semelhantes a esta em Rondônia, diante de governos omissos e inertes aos anseios dos servidores penitenciários. A troca de experiências e de informações entre a presidente do Singeperon e dirigentes sindicais de SP, tem sido positiva e somatória.

Movimento em São Paulo

Entre as principais reivindicações estão o reajuste de salários e benefícios pela inação acumulada desde julho de 2014; o fim do teto no valor dos vales refeição e alimentação; a implementação do bônus penitenciário; um cronograma de nomeações de quem passou nos concursos públicos, mas ainda não foi convocado para trabalhar no sistema prisional; o fim das transferências arbitrárias; pagamento de adicional de insalubridade integral para servidores readaptados e a criação de uma lei orgânica com base na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 372/2016, que cria a Polícia Penal.

A privatização de presídios que o governador João Doria pretende fazer em São Paulo também será debatida.