O Singeperon lamenta a morte do Policial Penal Rubens Costa Corrêa, nesta quarta-feira (03). Ele estava internado no Hospital de Base, em Porto Velho. O motivo informado foi “falência múltiplas dos órgãos”.

Policial veterano, Rubens tinha 54 anos e continuava na ativa. Ingressou na carreira penitenciária em 1990. Trabalhou nos presídios Ênio Pinheiro e Urso Branco. Atualmente estava atuando na escolta hospitalar, no Cemetron.

Ele era conhecido como um homem de fé e de conduta exemplar. Conciliava a missão laboral com outra missão, a de apregoar a Palavra de Deus como pastor evangélico.

Esse guerreiro merece nosso respeito pela sólida carreira de 30 anos, servindo ao estado e à população.

Desejamos que ele descanse em paz, e que Deus console a família nesse momento de luto.