Fenaspen articula derrubada do veto em Brasília

O senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) falou aos sindicalistas que irá trabalhar para a derrubada do veto.

0
226

Essa quarta-feira (04) foi um dia de muito trabalho no Congresso Nacional para o presidente da Federação Sindical Nacional de Servidores Penitenciários (Fenaspen), Fernando Anunciação, que esteve realizando visitas às lideranças do Senado e Câmara dos Deputados, acompanhado dos diretores sindicais Marcos Ferreira (SindSistema-RJ), Santiago (MS), Zeca Medeiros (AL) e Diana (GO), no intuito de solicitar requerimento de destaque para rejeição aos vetos da lei do SUSP. Foram vários os líderes de bancada conquistados em apoio à quebra do veto n°.20, nos artigos 9° e 44° que consideram de natureza policial a atividade exercida por agentes/inspetores penitenciários.

O senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) falou aos sindicalistas que irá trabalhar para a derrubada do veto do presidente Michel Temer ao reconhecimento da atividade de polícia dos profissionais de segurança penitenciária.

Em conversa com o Deputado André Moura (PSC-SE), líder do governo no congresso, foi recebida a informação de que o veto n°. 20, referente à lei do SUSP, será apreciado apenas após o recesso parlamentar.

Segundo o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), a sessão para análise do veto vai acontecer após o recesso, logo na primeira sessão do Congresso Nacional. Cabe lembrar que a partir do dia 11 de julho a pauta fica trancada até que o veto n°. 20, referente à lei do SUSP, seja apreciado.

“Diante da informação recebida, torna-se prudente suspender as mobilizações previstas para as próximas duas semanas”, ponderou o presidente da Fenaspen Fernando Anunciação ao reiterar que o trabalho de abordagem aos senadores e deputados deve continuar em cada estado.

No retorno do recesso previsto para primeira semana de agosto, serão retomadas as mobilizações e acompanhamento da pauta e a convocação de sessão do Congresso, quando deverá ser apreciada a rejeição ao veto.

 

Fonte: Sindsistema