Comunicado sobre as Assembleias Extraordinárias Simultâneas

0
801

Conforme foi deliberado nas assembleias extraordinárias simultâneas realizadas em todo o Estado na quinta-feira (1º/08), a categoria deliberou pela suspensão da Operação Legalidade, em vista que o Estado e o Singeperon iniciaram o diálogo – o que ainda não havia ocorrido nessa gestão estadual. E na próxima semana, o Sindicato se pronunciará sobre as tratativas com o governo.

A Casa Civil confirmou a agenda desta sexta-feira (02/08) com o Singeperon, para reunião que também deve contar com a participação de técnicos do Sindicato e equipe técnica do governo.

O chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, se comprometeu em abrir para o Sindicato os números reais, de forma clara; justificou a necessidade de análise financeira e orçamentária pelo fato de cada gestão ter um diferente cenário econômico, e foi transmitido a ele, pela presidente Daihane Gomes, o anseio da classe, de que as tratativas avancem de fato, com resultados concretos.

E na reunião que aconteceu na quarta-feira (31/07), o chefe da Casa Civil se comprometeu em atender o pedido do Singeperon do retorno da escala 24×96. O Singeperon pediu ainda a suspensão dos PADs instaurados em virtude do movimento.

Tendo como umas das marcas dessa gestão sindical a transparência e a valorização da decisão coletiva da classe, a Diretoria do Singeperon vai manter os filiados sempre informados passo a passo, sobre cada diálogo que segue entre Estado e Sindicato. E a decisão partirá sempre da categoria.