Ação de dissídio coletivo—FEASE

0
1058

No dia 27 de Setembro de 2018, o Singeperon protocolou o ofício de N° 106/2018, junto a governadoria, para apresentar manifestação a viabilidade apresentada pela FEASE ( Fundação de Atendimento Socioeducativo), quanto as pretensões dos Agentes de Segurança Socioeducativos.

No dia 24 de Setembro de 2018, o Singeperon recebeu o documento entregue pela FEASE, contendo o estudo e viabilidade orçamentária, que foi apresentado em assembleia no forme observado, o estudo não atende as necessidades mínimas pretendidas pelos Agentes de Segurança Socioeducativos, considerando que, o valor apresentado como pretensa adequação salarial, não contempla sequer a inflação dos longos anos que os servidores se encontram sem reajuste salarial.

Foi deliberado em assembleia as seguintes propostas:

1— Isonomia salarial com os Agentes Penitenciários, mediante a observância do estudo de viabilidade apresentado pela SEJUS para 2019;

2—jornada 24/96;

3—saída da então presidente Sirlene Bastos da presidência da FEASE.

Em relação às propostas acima, o Sindicato está disponível e aberto ao diálogo e negociações.